domingo, 21 de novembro de 2010

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Tristeza, não... cansaço!



Amigos!
Tenho recebido vários recados dizendo que o meu blog tem transmitido tristeza...
Quero dizer-vos que não é propriamente trsiteza. É mais cansaço mesmo! ando em uma fase complicada, mas que falta pouco para passar.
Ando preocupada com algumas coisas...
Ansiosa por a minha mãe chegar.
E a propósito... o poema postado anteriormente, fala mesmo de tristesa, por nunca ter tido quem se ama... mas é poesia!

sábado, 22 de maio de 2010

mudando totalmente de assunto...


Soneto do Meu amor Perdido


Queria poder sentir em tua boca

O doce néctar que me purifica a alma

Que me insulta o corpo e me tira a calma

Trasnsformando-me de forma doce e inprudentemente louca.


Jamais quis sentir tal fome por ti

Oh, cruel e insensível vontade!

Que ao querer-te longe, cada vez mais estás aqui

Corroendo-me os sentidos con tanta maldade.


Mas meus desejos estão aquém, deveras

Do meu corpo e meus sentidos não precisas mais

Meu desgosto e minha tristeza são tais


Que morro por dentro a cada instante

Que fico chorando com prando incessante

Porque sei que nunca te tive e mesmo assim, te perdera.


(Marcela Conor)

segunda-feira, 19 de abril de 2010

trauma dentário..


Vou contar do dente partido do Gabriel... ainda estou arrasada!!!!

PS: esta não é uma foto do dente dele...

domingo, 4 de abril de 2010

Páscoa - Vida nova



Ou Nem tanto...
Não queria estar aqui escrevendo sobre minhas tristezas... mas últimamente, tem sido inevitável.
Hoje, era para ser um dia feliz. Mas não Foi. Estou com dificuldades conjugais... desacreditada e sem nem lembrar o que é amor.
Por mais que meu marido seja "meu amigo", ele também está supersaturado de tudo.
Dos acontecimentos que nos cercam e que há 2 anos vêm pisando no meu "Eu"...tirando minha auto estima e me martirizando.
Solução pra isso? Não sei. Talvez fosse facilmente resolvido se a minha personalidade fosse mais fraca e eu fosse mais vazia, sem tantos pensamentos. Tem horas que meu pensamento dói na minha cabeça.
Vou vivendo meus dias amparada pelo meu filhinho. Vivo por ele e vou seguindo essa caminhada (que escolhi), até Deus me Dizer quando parar.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Para 24-03-10


Aniversário...

Não gosto de fazer aniversário. Eis mais uma esquisitice... Todos os aniversários a mesma sensação: estou ficando mais velha. Mais uma ruga... nenhuma experiência nova para compensar... não sei porque, mas acho que sempre podia ter aprendido ou feito mais e nao fiz. Queria ficar mais Feliz... mas lembro-me que é um dia que nunca mais vai voltar... será minha tendência depressiva ultrapassadora dos momentos felizes??? Enfim.

Acho que é porque não posso (nunca pude por um motivo ou outro) fazer viagens comemorativas, fazer grandes festas, esperar amigos virem me visitar... os aniverários aqui são muito diferentes. Depois que os vivenciei aqui, gosto menos de fazer aniversário - pra começar dos parabéns.

Recebo uns 3 telefonemas, contando com os do meus pais. Não recebo cartões, mensagens de aniversário, Sorriso de parabéns... as pessoas agem como se você fosse a pessoa mais insignificante do mundo e fazem questão de não evidenciar este dia (não menos importante na minha vida).

Tenho saudades de acordar com a mamãe no meu aniversário. Fazia a diferença para mim.

Contento-me em ser mais um ano que passou, uma idade que Graças a Deus alcancei. Espero que um dia eu possa dizer que vou passar o meu aniversário num hotel em um lugar legal qualquer. Por enquanto, ainda engatinho no caminho da vitória que acho que um dia chegará para mim. Ainda vou fazer uma festa em Belém de novo.

Tirei férias do trabalho tortura. Mas estou com medo do regresso.

Mas não vou pensar nisso agora. Estou guardando algumas músicas que gosto, para as ouvir durante o dia todo no dia do meu aniversário.

Não vou deixar de agradecer a Deus por estar viva, uma vez que um dia, lutei para sobreviver e se estou aqui hoje, deve ter algum objetivo nos projetos Dele. Cabe a mim esperar a minha hora de vencer chegar...


Feliz aniversário pra mim.


Marcela

domingo, 7 de março de 2010

Mudança



Dizem que quem muda, Deus Ajuda!
Estamos aqui,no último dia em Nossa Casa, com as caixas todas prontas para a mudança.
Estou com o coração um pouco apertado. Passamos um ano e meio aqui. Foi aqui que o Gabriel deu os primeiros passos. Estou evitando ir à janela, para não ter saudades da vista para o mar. Eu sou assim: Apegada às coisas. Tão apegada que tenho tanto treco que não jogo fora, que qualquer psiquiatra ficaria preocupado...

joguei fora algumas coisas...
Roupa... A gente diz: ah, não tenho roupa... Mas tenho tanta coisa que faz medo... mas é roupa que não serve mais (que nao me desfaço), roupas que nem sei porque comprei de tão bizarra, etc... foram 5 malas só pra mim.
Não queria me mudar... mas meu marido insistiu tanto, que cedi. Deu muita briga isso...dias sem nos falarmos... A Casa nova é maior, mas bem mais longe... o que implica menos 1h de sono diário. Haja vista que já abdicava de 1h e meia do meu belo sono por causa da distância do Trabalho. Vamos ver se aguento. Queria mesmo era encontrar um trabalho depois que me "formasse", mais perto da minha casa.
Vamos ver também para onde Deus me guia...
Espero que esse ditado de que quem muda, Deus ajuda, seja mesmo real. Não que Deus não tenha me ajudado, mas Ele podia dar uma forcinha nesse início a mais, para que tudo corra bem, não nos falte nada. Até porque quero ter as coisas mais em ordem para que a minha mãe encotrar a minha casa mais ou menos organizada, já que não tenho tempo para muita coisa nesta vida que levo aqui...e o Tempo que tenho, aproveito para o meu filho, logicamente!

Torçam por mim!

Marcela

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Não abandonei meu espaço


Boa amigos!!
Decidi vir hoje escrever, pelo menos para dar uma satisfação a meus 2 ou 3 leitores.
Ando completamente estressada e tomada de afazeres que multiplicam-se entre ser mãe, estudante, trabalhadora explorada, dona de casa, internauta, fazendeira (fazendinhas on line), etc. Confesso que tá dando trabalho este semestre da conclusiva equivalência. Vou ter que escrever um artigo. Ando num pique quase parando, meio indisposta até para falar no msn com a minha família. Exausta fisicamente mesmo.
Ando também meio decepcionada com pessoas que me cercam, mas não há de ser nada...
Mas Acho que não é dessa que eu morro...
Sobrevirei, envelhecida uns 10 anos, mas sobreviverei.
Hoje é terça feira de carnaval. Adoraria estar no Brasil, para amanhã ser feriado até meio dia... mas estou aqui..e por um triz não tínhamos que trabalhar hoje!
Hoje tirei o dia para ter um pouco de bem estar... estou ouvindo músicas que há muito tempo não ouvia...

Beijo pra todo mundo!

Tchela

domingo, 10 de janeiro de 2010

A primeira Vez que vi Neve!


Hoje Acordei com um espetáculo da Natureza! Estava Nevando. Não é comum nevar aqui, uma vez que estamos muito perto do mar... mas tem feito muito frio e Eu não podia morrer sem ver a Neve, já que não tenho coragem de ir à Serra nessa altura do ano!!!! Vou colocar pra vocês um vídeo do que eu consegui filmar Beijos! Tchela
video