segunda-feira, 26 de outubro de 2009

super rapidola!



Pessoas Lindas!

Novidade das Novidades

Cantei no Karaoke!

Dizem que quem canta seus males espanta...pois é: partindo desse princípio, fui ontem ao Karaoke, pequei o caderninho das músicas e larquei um Sandy e Junior kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (tá bom, Roupa Nova, a Lenda). Eu achei que foi péssimo, mas no final de tudo o Apresentador-animador do recinto, falou assim:"acabamos de ter mais um grande momento esta noite, porque a menina não se inscreve no concurso de Karaoke??" e eu: "Glup" "mas heim???".

Bom que não feri a fundo os ouvidos das pessoas lá e nem eu sabia que sabia cantar no tom da Sandy... Agora que fiquei sem-vergonha, vão ver só!

Esta semana fiquei preocupada com uma coisa que fiz. Ano passado, minha irmã Dani perguntou se eu não queria emprestar meus diários para uma pesquisa de um Antropólogo e blablablabla... eu disse que sim, estava tudo bem, já que eram muito antigos e as principais coisas eu escrevia em códigos... A idéia era legal!

Eu sempre gostei de escrever e naquela época que existiam aquelas agendas malucas com tudo o que acontecia na nossa vida e fui fazendo as minhas. Todo ano, coisas da agenda. Papel de bala, corda do Círio, pau de picolé, massa de sopa fazendo declarações de amor, clipes nas páginas mais importantes...ingressos do cinema, bilhete pra um Show que a Xuxa ia fez em Belém e que eu nunca fui... coisas assim... pensando nisso dá muita saudade do tempo que passou e extrema alegria por ter sido assim.

Como ia falando , esta semana recebi um emal da Dani falando que eu tinha que assinar um termo de doação dos diários... eu fiquei como?? assim---> :-o

Como ia doar meus diários pra sempre? Nunca mais ia os ver??? E quando eu fosse velhinha e esclerosada, sem lembrar de nada?? E minhas coisas?? Fiquei aflita. Não vou assinar isso sem antes saber se eu os ia ver de novo. Tratei de mandar um email pra o "guardião" dos diários perguntando, querendo ver... ele me explicou tudo. Fiquei mais feliz quando ele disse que ia ser usado na formação de novos profissionais nessa linha de pesquisa (aí vocês pensam: mas tem gente se formando em fofoca???? rsrsrss não resisti).

E a melhor notícia foi: você pode os ter quando quiser!

Aí trocamos muitos emails, msn, ganhei mais um amigo e todo mundo ficou feliz. De quebra, ele me enviou umas páginas de alguns diários e posto uma destas fotos pra vocês!

Vou ficando por aqui nessa postagem super rápida!!!!

Muito Feliz com as gravações do TV Xuxa com os Ex integrantes do Trem da Alegria, que vai ao ar dia 14 /11. Valeu a pena o esforço, os pedidos, a torcida!

Muito bom ver todos perto da Xuxa novamente. Super maneira a força que ela Deu ao trabalho dos meninos...


Obrigada a todos que torcem por mim.

E vou ver se continuo cantando... tenho que voltar a ser do Palco, nem que seja assim!!!


Muitos Beijos


Tchela

domingo, 18 de outubro de 2009

Saudade da pavulagem toda!!!!!!


Olá pessoas!!!


Vou tentar hoje atualizar o meu blog. Não! Não estou com preguiça de escrever... mas estou mesmo com falta de idéias e ânimo. Tenho andado com dores de cabeça que já completarão 2 semanas na próxima quarta feira, o que me deixa preocupada. Mas sei que é pelo simples fato de eu não estar feliz com o que Faço no trabalho. Vou assim, vivendo um dia atrás do outro, na ânsia de que faltam apenas 9 meses para eu conseguir melhorar nesse aspecto.

Tenho tido muito pouco tempo com a minha família: marido e filho. E isso também contribui para uma vida sem prazeres, neste momento. É o "precisamos de dinheiro". Trabalhamos demais e convivemos de menos. Eu tive o azar de ser da geração em que emprego é mais dificil e complicado...começar uma vida a dois é tarefa para os corajosos, quando não se tem posses. E ainda fiz esse começo em um país estranho e diferente de tudo o que sou. Ou seja, comecei mesmo do zero.

Minhas alegrias ultimamente se resumem a ver o gabriel crescer a aprender uma palavra nova a cada dia e pelas notícias da minha família via internet! Semana passada tivemos o Círio de Nazaré em Belém do Pará. Acompanhei tudo via Net. Vi minha Mãezinha com um manto tão lindo em lilás e a berlinda com flores nesse tom, para acompanhar a beleza de tudo aquilo que eu via. Rezei muito ao ver aquilo tudo e decidi só almoçar no Domingo do Círio se eu estiver lá em Belém. Prometi que o próximo Círio que eu puder passar lá, vou acompanhar na "Corda". Ser mais uma gotinha naquele "mar de gente". Prometi para mim mesma que vou conseguir vencer e saciar as saudades sempre que eu puder.

As promessas que fazemos para nós mesmos são sempre mais difíceis de cumprir, quando não somos exigentes conosco mesmos. Eu tento ser. Sou até demais. Senão não cumpro metas.

O Frio já começa a despontar por cá. Têm feito ventanias e já começamos a colocar as roupas pesadas de invernos fora dos "baús". o Engraçado é que com o Frio as pessoas também mudam de fisionomia e de sentimentos. Já se vêem as pessoas mais sisudas novamente, "mal dispostas", turronas... começará novamente minha maratona para não ser contagiada de mau humor (mau humor contagia de verdade). E para isso vale tudo! Todos os artifícios para poder rir. O que mais gosto é de acompanhar as melhores entrevistas do Jô Soares via Youtube! Acabei de ver a do Dudu Nobre, exibida anteontem no Brasil!

É, gente, quem não tem Cão, caça com Gato.

Eu deveria estar me preocupando mais com a minha Tese de mestrado, mas ainda não consegui pensar em um tema para descrever. Tenho que escrever um artigo...

Descobri que não tenho vocação para me lançar na área da pesquisa.

Ando com Saudades de Dançar. De andar de Perna de Pau. De me mexer, mesmo... vida parada no sentido de movimento corporal... mas cheia , no sentido das preocupações.

Esta semana vai ser particularmente mais difícil, pois o meu marido está trabalhando à noite. Ou seja, dorme de dia, dando um resultado assim: sem marido à noite e de dia (kkkkkkkkkkkkkk). Vou ter que me virar sozinha!

Fico por aqui com o meu Desânimo, mas deixo a promessa de que o próximo post, vai ser com um tema bem legal para voltar às boas e se Deus quiser (e Ele há de querer), sem Dores de Cabeça!


Um Beijinho.


Marcela
PS: Na foto, imagem de um trecho da Corda do Círio de Nazaré em Belém do Pará (Segundo demingo de todos os outubros).
PS: Parafraseando o Arraial do Pavulagem e a frase colocada pela mamãe no seu msn, com saudades da Vovó: "QUANDO EU MORRER, VOU PEDIR PRA SER OUTUBRO, NO MEIO DAQUELES ANJOS NO CÍRIO DE NARARÉ..."
ARRAIAL DO PAVULAGEM (assista o vídeo)



video

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Sinto uma dor, donos da Casa...


Oi Gente!!!


Hoje, ao vir aqui escrever, estava decidida a escrever sobre o Círio de Nazareh, a Festa religiosa paraense mais linda que conheço, que acontecerá neste domingo, 11... mas ao me ligar aqui, deparei-me com as fotos da casa da Vovó, que minha tia Amélia postou no seu orkut. Me veio tanta lembrança, tanta vontade de chorar...

Está todo mundo se despedindo da casa velha da vovó...nosso terreno, há uns 60 anos ou mais de história, sendo palco de tantas brincadeiras infantis e tantas festas familiares da geração da minha mãe, nossa geração, e da geração que ainda veio... O terreno foi vendido. A sensação que dá é que agora, acabou.

Era o quintal da casa da Vovó Mirian, minha avó materna. Um terreno enorme, minado de árvores frutíferas (só fruta que eu gosto), com um "pé de Cedro" Bem no meio. Tinha a casa da vovó na frente e atrás, a primeira casa da mamãe. Era no centro da cidade, da nossa cidadezinha: Castanhal - Pará. Eu tenho recordações maravilhosas dali, da minha infância e parte da adolescência.

Quintal onde todos os primos e agregados brincavam incessantemente, com brincadeiras saudáveis e divertidas... Qual dos primos não lembra da imensa cidade de terra que construímos embaixo da mangueira??? Cada um tinha sua casa...ia da imaginação de casa um enfeitar a sua! Lembro que a minha tinha um poço de lata de óleo com um balde suspenso a uma manivela de carretel de linha. Tinha piscina e Grama (limo que a gente pegava das raízes do pé de Cedro...

Ah, Pé de Cedro. Tuas raízes enormes eram compartimentos perfeitos para as nossas casinhas...divisórias dos pequenos quartos das longas brincadeiras das nossas tardes de criança. Lembram da passarela feita nas alturas, para passar de uma árvore a outra?? Nossa casa da árvore. O que será do Pé de Cedro? Me parte o coração pensar que nunca mais volto lá.

Mangueira (de manga teteque kkkkk. Só os Conor sabem o que significa). Manga gostosa, docinha que se fartava de dar. E Dava no tempo da ameixa, pro meu problema, porque a vovó dizia que não se podia misturar essas frutas. E eu gostava tanto.

Meu avô tinha o costume de dizer que a árvore tal ,era de fulano e a tal, de ciclano...etc. Não me lembro qual era a minha, mas lembro que eu queria ser dona da goiabeira... era da Giovanna...acho que de tanto eu querer a goiabeira, essa coitada nunca deu uma goiaba boa...tinha sempre bicho!! Mas as jaqueiras davam cada jaca gostosa...eu gostava mais da jaca dura, porque quando eu comia a jaca manteiga, sempre descia escorregando um pedaço grande e eu ficava aflita entalada mesmo! A jaca dura dava pra mastigar!

Comer abricó com Açúcar... tomar o café da tarde lá na casa da vovó...

Lembro muito pouco de quando era casa da vovó. Quando eu tinha 7 anos, a minha avó morreu. Aquele terreno sempre limpo, alegre, palco de incontáveis festas familiares, mesmo sem datas comemorativas (bastavam chegar uns parentes, todo mundo tocava uma coisa e era samba e feijão a tarde toda), nunca mais foi o mesmo... Quando virou casa da Tia Regina, a gente ainda aproveitou muito... adorava tomar banho de chuva... quando a chuva estava se preparando, começavam a cair folhas... chovia primeiro folhas.

Uma vez, numa chuva temporal dessas, eu e a minha prima Tati, teimosamente fomos tomar banho, tipo que escondidas...uma brincadeira sem fim, até que o "pé de Cuia" caiu!!! A gente ficou aflita, porque essa árvore era morada-abrigo da Bruna (o quati da tia Regina), tivemos que nos entregar da molecagem, para avisar que a Bruna estava embaixo dos escombros!!!

Ah, taperebazeiro, as bananeiras das quais tirávamos as folhas dos cachos das bananas, que pareciam pedaços de Carne para o nosso açougue, das brincadeiras de taberna, embaixo do Cedro.o Pé de Laranja-da-Terra: "toma chá de casca de laranja da terra, menina... " blergh

Depois que a Tia Regina saiu de lá...a velha casa virou escola. Escola professora Miriam Conor, de propriedade da minha tia Amélia... tantas outras crianças foram alfabetizadas ali. Tantas outras crianças tiveram a honra de brincar ali. Por fim, a época da escola também passou.

Depois dessa época...ainda tentamos fazer muitas festas em Família lá. Acho que a melhor de todas foi a festa dos 50 anos da Tia Amélia. Acho que foi a última vez que esse lado da família se Reuniu realmente em Festa lá. Pelo menos com minha presença. Nós já morávamos em Belém. Era um tempo de vacas gordas ainda. Acho que neste mesmo ano, reunimos todo mundo lá num Natal. De lá pra cá a vida correu mal pra muitos de nós. O terreno, mesmo sendo cuidado, não era mais o mesmo...não tinha a mesma vida. Atualmente, moram lá o Tio Conor e o tio Mirandinha.

Tantas lembranças boas de coisas que ali vivemos... tantas coisas más que também ali aconteceram... A sensação que tenho é que agora isso acabou. Tutto finito!

Acredito muito em uma coisa que sempre tive comigo, mas que agora quero falar. Acho que depois dessa venda, todos os nossos fantasmas serão exorcisados. E finalmente a "alma" do "Antônio Miranda" descansará em paz. A coincidência do Nome Antônio Miranda, pode arrepiar quem conhece a História e de repente se toca disso (Conto essa História, prometo). Mas Fato é: Dona Miriam, Seu Miranda e Antônio, agora descansarão em paz.

Desculpem este final sombrio...

Mas as lembranças tomam conta da minha memória e a Saudade assola meu peito... De repente lembrei que não vou mais ter a chance de voltar à sombra da Mangueia, ou me encostar no pé de Cedro...!

Mas a memória é viva, e sou feliz por ter sido Feliz assim quando criança, na Casa da Vovó.
Esta Venda aconteceu perto do Círio. Peço a Proteção da Minha Naza, para que todos consigam organizar suas vidas a partir de Agora. E que não nos distanciemos, por já não termos este mesmo Chão. Lembrarmos que fomos muito felizes lá.


Beijos em todos


Que Deus permita que eu nunca esqueça de quanto fui Feliz ali.


Marcela



PS: Foto das Primas à sombra da Mangueira 1998.
PS:os meus quintais da infância foram enormes... minha avó paterna morava em um Sítio, com tantas árvores frutíferas também... mas é outra história!


sábado, 3 de outubro de 2009

Para a Flor Manuela no dia 9/10/09



Oi Amigos!


Ando muito cansada. Essa semana foi exaustiva. Sei lá, mas acho que se eu estivesse fazendo algo que realmente gostasse, estava menos cansada. Mas faltam apenas 33 semanas para a liberdade!


Hoje vou homenagear mais uma aniversariante.


Manuela, minha sobrinha, faz um aninho sexta feira.


Eu ainda não a conheço, mas sinto um amor enorme por esta pessoinha que só acompanho o desenvolvimento pela webcam.


Tão linda, tão cara de mãe dela!


Sinto um misto de alegria e tristeza por esta postagem. Alegria, pois comemorar a vida de um filho é a sensação mais linda do mundo. Tristeza, por ainda não ter podido abraçar minha irmã depois que se tornou mãe ( e esposa - também não estava no casamento dela - distância...) e nem a Manuzinha.


Mas titia está aqui pedindo a Deus a todo momento pela sua vida, pela sua saúde e desenvolvimento perfeito.


É engraçado educar o Gabriel assim. Ele já sabe quem é a Manu pela internet. Fala da Manu no dia a dia... come colheradas de papa pela Manu, etc... hoje até cantou parabéns pra Manuela!! rsrs O futuro é isso. Tecnologias que ao mesmo tempo separam e aproximam. Já ouvi dizer que une quem está longe e separa de quem está perto.


Mas o que dizer para os pais da Manuela para o dia 9 de outubro??


Manuela foi um presente de Deus que uniu vocês. E quando Deus nos manda um presente deste, com essa carga de responsabilidade, é porque Ele nos acha capazes de arcar com ela. Sigam em frente na educação da Manu, sejam exemplo, sejam hamoniosos, se amem. Uma criança amada é um adulto bom. Mas atenção: amor na medida certa.


Custa-me muito dizer isso, e acho que custa para toda mãe e pai: aproveitem cada momento dela, da sua inocência, das coisinhas engraçadas que agora ela começará a fazer, para ser isso sempre na lembrança, porque um dia, eles crescem, nos deixam e fica uma enorme saudade que aperta o peito, que é amenizada pela sensação de missão cumprida, quando as coisas correm bem (E Deus me ajudará para que corra).


A Você, minha princesinha, a Tia deseja uma vida plena de ensinamentos e verdades. Alegrias e amores. Saúde e sabedoria!


És uma flor que chegou para alegrar a vida da sua vovó Aurora e seu vovô Bita!


És uma flor que perfuma a existência das pessoas que lhe amam incondicionalmente como eu!!


Deus e Nossa Mãe abençõe sua vida sempre, viu minha linda!!!


Te amo muito, mesmo sem te ver.


E não vejo a hora desse encontro.


Aproveitando a proximidade do Círio, peço com toda a fé que a Naza te acompanhe e te guie nessa longa caminhada que começa para tua vida!


Feliz primeiro aniversário, minha flor!


Parabéns Dani e Diogo pelo presente Divino!!!




Um grande Beijo.




Tchela